ENTREVISTA COM ADRIANO VENÂNCIO – FOUNDER DA CODEAGIL

“A LGPD é grande avanço no cenário de segurança de dados pessoais no Brasil” – Adriano Venâncio – Founder da CodeAgil

Quem sou?
Meu nome é Adriano Venâncio. Trabalho com tecnologia a mais de 12 anos. Sou founder da CodeAgil que é uma startup com foco em desenvolvimento de software para apoiar as empresas na adequação à LGPD. Nossa plataforma faz a gestão e registra o consentimento expresso entre as empresas e os seus clientes.

Quais são os principais desafios para implantação de um projeto de LGPD?
Acho que o principal desafio é adequação dos processos internos e externos. Definir como as informações e dados são utilizados e compartilhados em cada departamento. Identificar quem pode e quem não pode ter acesso aos dados pessoais/sensíveis. Engajar as pessoas que a segurança da informação é um dever de todos.

Qual a sua opinião da LGPD passar a vigorar apenas à partir de maio de 2021?
Pelo ponto de vista particular eu não vejo com bons olhos. Na minha opinião a lei poderia entrar em agosto de 2020 e a fiscalização começar somente a partir do ano que vem. Dessa forma as empresas que finalizarem o processo de adequação à LGPD ganham um diferencial competitivo em relação as empresas que ainda não finalizaram o processo de adequação. Por outro lado, as empresas conseguiram alguns meses a mais para se adequar.

Como a LGPD pode melhorar a competitividade da empresa?
As empresas Brasileiras ganham competitividade comparadas com empresas de outros países que ainda não possuem uma política clara de dados. Isso acaba se tornando um diferencial competitivo e deixa as empresas brasileiras em um cenário páreo com empresas européias que já estão em acordo com a GDPR.

Conclusão.
A LGPD é grande avanço no cenário de segurança de dados pessoais no Brasil.
A lei assegura o usuário o controle de seus dados pessoais e proporciona a ele mais privacidade, por meio de normas claras que ditam como devem ser tratados os dados pessoais e dos direitos do usuário. Além disso, a LGPD dá diretrizes para lidar com o tratamento de dados, removendo incertezas que se tinha sobre o campo anteriormente.

Sobre o Autor Paulo Perrotti

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP, Presidente estatutário da Câmara de Comércio Brasil-Canadá, com especialização em Direito Canadense e de Québec pela Université de Québec à Montreal – UQÀM, possuindo Pós Graduação em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo – FGV/SP, especialização em Direito de Informática (LLM) pelo IBMEC/SP, Mercado Financeiro pelo Instituto Finance e Responsabilidade Social pela ESPM/SP. Professor de Cyber Security na Pós Graduação da Faculdade de Engenharia de Sorocaba (FACENS). Inscrito na OAB seção São Paulo, atuou no escritório Pinheiro Neto Advogados, foi consultor jurídico de empresa pertencente ao ramo da Tecnologia da Informação sob controle do Bank Of America e atuou na área de Fusões e Aquisições em empresa própria e de terceiros. Atuou ainda como diretor executivo do Instituto de Desenvolvimento de Marketing – IDM. Premiado com a Comenda de Valores Jurídicos pela Academia Brasileira de Arte, Cultura e História, bem como Nobre Cavaleiro de São Paulo concedido pela Defesa Civil da Cidade de São Paulo. Possui título de especialização em Business Intelligence pela Dominican College of San Raphael e em Técnicas de Negociação pela Berkley University. É consultor de diversas entidades do Terceiro Setor. Autor do Livro “Empresas Familiares – Aspectos Jurídicos e Estratégias Para Uma Boa Gestão” – Editora Thomson-IOB, 2007. Autor da Obra “Manual de Direito Imobiliário – Como Evitar Riscos na Aquisição de Imóveis no Brasil”, bi-língue – Inglês/Português, em conjunto com o Dr. Nivio Terra. Autor das Obras “Forms of Association and Tax System in Brazil”, em Inglês, tiragem própria e “Manual de Fusões e Aquisições”, tiragem própria.

Redes Sociais:

Deixe um Comentário:

Top